Geral - Abiove questiona reajuste de 9% no preço de frete mínimo para transporte de grãos
Data: 22/1/2020
A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) diz que não há argumentos técnicos para o reajuste de 9% no preço mínimo do frete para grãos.
Os novos valores da tabela foram estabelecidos pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) na última semana e entraram em vigor na segunda-feira, 20.
As atualizações do piso estão previstas na legislação que estabeleceu a tabela do frete, em maio de 2018. Cabe à agência reguladora reajustar os valores a cada seis meses.
De acordo com o presidente da associação, André Nassar, não houve variações expressivas no preço do diesel e do pedágio que justifiquem o patamar do reajuste do transporte de cargas. Para ele, a alíquota foi a uma resposta a uma "demanda dos caminhoneiros autônomos".
A associação não está confiante de que o Supremo Tribunal Federal (STF) chegará a uma conclusão sobre a constitucionalidade do tabelamento do frete no mês que vem.
Clique aqui para ler a notícia na íntegra Mais Notícias:   Voltar para Notícias Anteriores   Ir para Próximas Notícias